APLICAÇÃO DO LASER VERMELHO PARA REPARAÇÃO PULPAR COM CAPEAMENTO INDIRETO RELATO DE CASO

  • Jéssica Andrezza de Oliveira Brandão Faculdade de Integração do Sertão, Serra Talhada - PE, Brasil
  • Eliane Alves de Lima Faculdade de Integração do Sertão, Serra Talhada - PE, Brasil
  • Jéssica Gomes Alcoforado de Meloa Faculdade de Integração do Sertão, Serra Talhada - PE, Brasil
  • Maria Cecília Freire de Melo Faculdade de Integração do Sertão, Serra Talhada - PE, Brasil
  • Virgínia Karla Pinheiro de Queiroz Faculdade de Integração do Sertão, Serra Talhada - PE, Brasil
  • Pedro Tardelly Diniz Filgueira Faculdade de Integração do Sertão, Serra Talhada - PE, Brasil
Palavras-chave: Capeamento Pulpar, Laser, Sensibilidade dental

Resumo

O presente artigo tem como objetivo avaliar a eficácia do laser terapia como protocolo do capeamento pulpar indireto, atuando no controle da sensibilidade pós-operatória, na longevidade do tratamento e estimulando a formação de dentina reacional, associada ao uso do laser vermelho de baixa potência. O paciente M.A.N, gênero masculino, 22 anos, melanoderma, compareceu à Clínica Escola de Odontologia da Faculdade de Integração do Sertão em busca de tratamento, apresentando no elemento (46) lesão de cárie ativa com cavitação extensa, porém sem dor espontânea, nenhum grau de mobilidade e um bom suporte ósseo, sem alterações peri radiculares. Ao realizar o exame clinico e radiográfico, constatou-se a proximidade da cavidade com o tecido pulpar, necessitando de proteção do complexo dentino-pulpar com o capeamento pulpar indireto, na qual para este protocolo, foi utilizado o laser como terapêutica. Após realizar todo o protocolo de Capeamento Pulpar Indireto, obteve-se bons resultados, observando nas radiografias periapicais realizadas, uma positiva evolução do procedimento, com aumento de dentina reacional e uma regressão da pulpite reversível, na qual pode-se considerar que o elemento dentário se encontra com saúde. Conclui-se que a utilização dessa nova tecnologia para o protocolo de Capeamento Pulpar Indireto, utilizando o laser vermelho de baixa potência, pode ser uma alternativa viável que demonstra possibilidade para este tipo de tratamento.

Publicado
2022-03-31
Como Citar
1.
de Oliveira Brandão JA, Alves de Lima E, Gomes Alcoforado de Meloa J, Freire de Melo MC, Pinheiro de Queiroz VK, Diniz Filgueira PT. APLICAÇÃO DO LASER VERMELHO PARA REPARAÇÃO PULPAR COM CAPEAMENTO INDIRETO RELATO DE CASO. RMS [Internet]. 31º de março de 2022 [citado 26º de junho de 2022];4(1):22-7. Disponível em: https://revistamultisert1.websiteseguro.com/index.php/revista/article/view/390